terça-feira, 28 de junho de 2011

Fest Torres da Canção

 Vagabundo nato das estrelas, na beira mar admirando e esperando a lua mostrar seu rosto quando encontrei Guilherme Costa (outro vagabundo nato).
Conversa rápida, me disse que tinha inscrito uma música no festival de música organizado pela Rádio Cultural em Torres.
Passou uns dias e na última sexta-feira (24/06)  quase-sábado recebo um convite inusitado: participar como interprete da música no 5° Fest da Canção de Torres, e é claro, aceitei.
Tínhamos menos de 24 horas, eu não sabia a letra, já estava embriagado da canção vadia. mas conhecia o anseio do compositor.
Juntamos a trupe e fomos para o primeiro dia do festival competindo com mais 15 canções de muita qualidade e ficamos entre as 10 canções, para o segundo dia.
No segundo dia tivemos uma ajuda, rearranjamos as vozes, violões sob a direção de Luiz Fernando Buba Laux e conseguimos a quinta colocação.
de Esquerda para Direita: Luiz Fernando Buba Laux, Luis Gustavo, Roseli Ferrari(organizadora), Guilherme Costa, Saskia Peter, Pablo Hermano e Maximiliano de Oliveira (jurado).



Muito Samba&Amor.

domingo, 19 de junho de 2011

Estorvo

'Estorvo'...Somente isto que dizia na capa do livro que achei entre inúmeras coisas que estavam mergulhado no mar do esquecimento na garagem de minha avó.
Abri afoito o livro, me sentia tal o título, seria uma manual de sobrevivência?
E lá estava ele na primeira página: Chico Buarque. Foi assim que fomos apresentados. Não existiria momento melhor.
O Bob Dylan brasileiro, para os mais estadounidenses, ou Che Guevara brasileiro para os mais comunistas. Não importa, Chico Buarque escreveu/musicou e teatrou boa parte da nossa história.





'Mendigo, malandro, muleque, mulambo bem ou mal
Escravo fugido, um louco varrido
Poeta, palhaço, pirata, corisco, errante judeu'


Chico da construção
Chico do samba torto
Chico da Ópera
Chico dos mil perdões
Chico das mulheres de atenas
Chico das atrizes
Chico dos amores
Chico do Brasil

sábado, 4 de junho de 2011